Santo Amaro participa de reestruturação do transporte público metropolitano

Santo Amaro participa de reestruturação do transporte público metropolitano

A população de Santo Amaro da Imperatriz colaborou com o projeto de reestruturação do transporte público metropolitano da Grande Florianópolis na noite dessa terça, 22, em evento realizado no Centro de Convivência da Melhor Idade do município, organizado pelo Governo do Estado e prefeitura. A proposta foi elaborada pela Superintendência de Desenvolvimento da Região Metropolitana da Grande Florianópolis (Suderf), em parceria com o Observatório da Mobilidade Urbana da UFSC.

 

"Tivemos duas reuniões com a equipe da Suderf e hoje vamos entender melhor esse novo sistema de ônibus para a região metropolitana", destacou o prefeito de Santo Amaro da Imperatriz, Edésio Justen.

Hoje o sistema de transporte coletivo em Santo Amaro da Imperatriz está restrito a linhas intermunicipais para Florianópolis. Com a Rede Integrada de Transporte Coletivo Metropolitano serão criadas as linhas municipais Pagará, Varginha e Circular Santo Amaro, além de reforço das linhas norte e sul com mais opções de deslocamento para Biguaçu e Palhoça.


"Todos os sistemas de transporte coletivo na região metropolitana têm que ser regularizados, ou seja, precisa haver concorrência pública, com exceção de Florianópolis. A sobreposição de linhas e serviços é ineficiente e não traz benefícios ao usuário. As vantagens do sistema integrado são mais conectividade entre os municípios da região continental, redução de custos do sistema, mais serviços aos usuários e média de tarifa mais baixa”, explicou o diretor técnico da Suderf Celio Sztolt.

A política tarifária da rede metropolitana estabelece patamares tarifários conforme as distâncias percorridas. Assim, ao sair de Santo Amaro da Imperatriz para Biguaçu, por exemplo, o passageiro, além de não ter que ir até Florianópolis, pagará o valor da passagem equivalente ao percurso realizado.

As apresentações públicas da Nova Rede de Transporte Coletivo Metropolitano ocorrerão em todos os municípios da Grande Florianópolis que fazem parte do sistema (Águas Mornas, Biguaçu, Governador Celso Ramos, Palhoça e São José). Foram realizadas audiências em São Pedro de Alcântara e Antônio Carlos. Todas as contribuições serão analisadas pelas equipes técnicas da Suderf e do Observatório da Mobilidade Urbana da UFSC para que o projeto fique disponível em meio digital.   


Próximas apresentações públicas:
23/8 – Biguaçu
24/8 – Águas Mornas
31/08 – São José

Canais de informação:
www.spg.sc.gov.br/suderf
https://www.facebook.com/suderf/
https://www.facebook.com/observatoriodamobilidade/